-->

Halaman

    Social Items

Casados por 60 anos, marido e mulher infectados pelo novo coronavírus, o Covid-19, morreram isolados em casa com apenas duas horas de diferença. Luigi Carrara, de 86 anos, e Severa Belotti, de 82, ficaram confinados em casa, em Albino (província de Bergamo, Itália), por oito dias, sem acompanhamento médico.
asados por 60 anos, marido e mulher infectados pelo novo coronavírus, o Covid-19, morreram isolados em casa com apenas duas horas de diferença. Luigi Carrara, de 86 anos, e Severa Belotti, de 82, ficaram confinados em casa, em Albino (província de Bergamo, Itália), por oito dias, sem acompanhamento médico.

Na terça-feira (10/03), Luigi morreu às 9h. A esposa, faleceu às 11h. Ambos tiveram graves complicações respiratórias em decorrência do Co9vid-19. “Morreram sozinhos. É assim que esse vírus age”, lamentou Luca, que disse ter sido impedido de visitar os pais na casa deles e no hospital.
A Itália é o país da Europa mais afetado pela pandemia de coronavírus, que já deixou 827 mortos e mais de 12 mil casos no país, de acordo com o balanço mais recente.
Na quarta-feira (11/03), o primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou novas — e mais duras — medidas para conter o avanço do coronavírus no país, que inclui a ampliação da quarentena, fechamento de todas as lojas do pais, exceto as de vendas de alimentos e farmácias, além de bares e alguns restaurantes.
Presa com cadáver em casa
Outro caso gerou comoção nessa quarta-feira (11/03), quando equipes de socorro resgataram uma mulher e o corpo do marido dela, morto por Covid-19, depois de aproximadamente 48 horas.
A mulher ficou presa dentro de casa, em Borghetto Santo Spirito, com o cadáver, porque as autoridades italianas se recusaram a removê-los antes de resultados de exames. A mulher e a equipe envolvida no resgate foram colocados em quarentena.

Em quarentena Casal morre de coronavírus com apenas duas horas de diferença

Casados por 60 anos, marido e mulher infectados pelo novo coronavírus, o Covid-19, morreram isolados em casa com apenas duas horas de diferença. Luigi Carrara, de 86 anos, e Severa Belotti, de 82, ficaram confinados em casa, em Albino (província de Bergamo, Itália), por oito dias, sem acompanhamento médico.
asados por 60 anos, marido e mulher infectados pelo novo coronavírus, o Covid-19, morreram isolados em casa com apenas duas horas de diferença. Luigi Carrara, de 86 anos, e Severa Belotti, de 82, ficaram confinados em casa, em Albino (província de Bergamo, Itália), por oito dias, sem acompanhamento médico.

Na terça-feira (10/03), Luigi morreu às 9h. A esposa, faleceu às 11h. Ambos tiveram graves complicações respiratórias em decorrência do Co9vid-19. “Morreram sozinhos. É assim que esse vírus age”, lamentou Luca, que disse ter sido impedido de visitar os pais na casa deles e no hospital.
A Itália é o país da Europa mais afetado pela pandemia de coronavírus, que já deixou 827 mortos e mais de 12 mil casos no país, de acordo com o balanço mais recente.
Na quarta-feira (11/03), o primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou novas — e mais duras — medidas para conter o avanço do coronavírus no país, que inclui a ampliação da quarentena, fechamento de todas as lojas do pais, exceto as de vendas de alimentos e farmácias, além de bares e alguns restaurantes.
Presa com cadáver em casa
Outro caso gerou comoção nessa quarta-feira (11/03), quando equipes de socorro resgataram uma mulher e o corpo do marido dela, morto por Covid-19, depois de aproximadamente 48 horas.
A mulher ficou presa dentro de casa, em Borghetto Santo Spirito, com o cadáver, porque as autoridades italianas se recusaram a removê-los antes de resultados de exames. A mulher e a equipe envolvida no resgate foram colocados em quarentena.
Load Comments

Subscribe Our Newsletter