-->

Halaman

    Social Items

Chegando como o líder da LaLiga e jogando em casa, o Real Madrid recebeu a Real Sociedad, viu seu castelo desmoronar e está eliminado da Copa del Rey.
Em disputa única pelas quartas de final, o Real Madrid estava jogando em casa e recebia a Real Sociedad para disputar uma vaga nas semifinais da Copa del Rey. Uma vaga que foi disputada até o último minuto e que acabou destinada ao time visitante. Uma zebra tão gigante que tomou conta de todo o Santiago Bernabéu.
A partida começou com Odegaard marcando as saídas de bola junto com Isak e mostrando a força da juventude do time visitante.
Logo aos 15 minutos, Januzaj chega com perigo após um passe na medida dado por Isak. Éder Militão, que fez uma boa partida, desviou a bola para escanteio.
O lance, contudo, mostrava o que estava por vir. Aproveitando as fraquezas do Real Madrid, o primeiro gol do time visitante saiu dos pés do jovem Odegaard, que contou com uma 'ajudinha' de Éder Militão.
Isak chutou forte da intermediária, Areola se esforçou para defender e o rebote parou nos pés de Odegaard. O jogador chutou e a bola passou por baixo das pernas de Militão, acabou desviando e passando também por baixo das pernas do goleiro. A sorte estava ao lado da equipe de Imanol Alguacil.
Isso parecia, mas a sorte não aparece para quem não a merece. E o time visitante mostrou que não conquistaria uma vaga nas semifinais contando simplesmente com a sorte.
O gol aconteceu apenas porque Isak teve muito espaço para chutar. O jogador não sofreu pressão de Valverde e nem de Marcelo, que poderia ter subido para ajudar a defender. Um Real Madrid que apresentava um problema evidente e que precisa urgentemente ser resolvido. Demérito de Zidane.
A resposta veio com Vinicius, que foi sem dúvidas o melhor jogador do Real Madrid na partida toda. Em arrancada rápida, o brasileiro chegou na linha de fundo e tocou para Benzema, mas o francês pegou mal na bola e o Real desperdiçou uma boa chance de gol.
Com Isak oferecendo mais perigo em velozes contra-ataques, o Real tentava responder com James em um belo chute de fora da área que parou nas mãos de Remiro, o goleiro da Real Sociedad que brilhou na partida.
O chute de James serviu para acordar um Real Madrid que estava abalado com o 1 a 0 no placar, mas mal sabia que o pior ainda estava por vir. 
A partir daí a Real Sociedad se fechou para chegar ao intervalo com vantagem e Vinicius voltou a oferecer perigo dando passes perigosos para Benzema e Marcelo, que paravam nas luvas de Remiro.
A Real respondia com ele novamente: Isak. O jovem estava em uma noite iluminada e quase ampliou a vantagem ainda no primeiro tempo.
Destaque também para Odegaard, se movimentando bastante e aparecendo o tempo todo quando seu time tinha a posse de bola. Um jogador jovem mas que tem uma leitura de jogo fora do comum.
O primeiro tempo acabou com um Real Madrid profundamente abalado e sem saber como fazer para alcançar pelo menos o empate e levar o jogo para a prorrogação.

Real Madrid sofre quatro gols em casa e está eliminado da Copa del Rey

Chegando como o líder da LaLiga e jogando em casa, o Real Madrid recebeu a Real Sociedad, viu seu castelo desmoronar e está eliminado da Copa del Rey.
Em disputa única pelas quartas de final, o Real Madrid estava jogando em casa e recebia a Real Sociedad para disputar uma vaga nas semifinais da Copa del Rey. Uma vaga que foi disputada até o último minuto e que acabou destinada ao time visitante. Uma zebra tão gigante que tomou conta de todo o Santiago Bernabéu.
A partida começou com Odegaard marcando as saídas de bola junto com Isak e mostrando a força da juventude do time visitante.
Logo aos 15 minutos, Januzaj chega com perigo após um passe na medida dado por Isak. Éder Militão, que fez uma boa partida, desviou a bola para escanteio.
O lance, contudo, mostrava o que estava por vir. Aproveitando as fraquezas do Real Madrid, o primeiro gol do time visitante saiu dos pés do jovem Odegaard, que contou com uma 'ajudinha' de Éder Militão.
Isak chutou forte da intermediária, Areola se esforçou para defender e o rebote parou nos pés de Odegaard. O jogador chutou e a bola passou por baixo das pernas de Militão, acabou desviando e passando também por baixo das pernas do goleiro. A sorte estava ao lado da equipe de Imanol Alguacil.
Isso parecia, mas a sorte não aparece para quem não a merece. E o time visitante mostrou que não conquistaria uma vaga nas semifinais contando simplesmente com a sorte.
O gol aconteceu apenas porque Isak teve muito espaço para chutar. O jogador não sofreu pressão de Valverde e nem de Marcelo, que poderia ter subido para ajudar a defender. Um Real Madrid que apresentava um problema evidente e que precisa urgentemente ser resolvido. Demérito de Zidane.
A resposta veio com Vinicius, que foi sem dúvidas o melhor jogador do Real Madrid na partida toda. Em arrancada rápida, o brasileiro chegou na linha de fundo e tocou para Benzema, mas o francês pegou mal na bola e o Real desperdiçou uma boa chance de gol.
Com Isak oferecendo mais perigo em velozes contra-ataques, o Real tentava responder com James em um belo chute de fora da área que parou nas mãos de Remiro, o goleiro da Real Sociedad que brilhou na partida.
O chute de James serviu para acordar um Real Madrid que estava abalado com o 1 a 0 no placar, mas mal sabia que o pior ainda estava por vir. 
A partir daí a Real Sociedad se fechou para chegar ao intervalo com vantagem e Vinicius voltou a oferecer perigo dando passes perigosos para Benzema e Marcelo, que paravam nas luvas de Remiro.
A Real respondia com ele novamente: Isak. O jovem estava em uma noite iluminada e quase ampliou a vantagem ainda no primeiro tempo.
Destaque também para Odegaard, se movimentando bastante e aparecendo o tempo todo quando seu time tinha a posse de bola. Um jogador jovem mas que tem uma leitura de jogo fora do comum.
O primeiro tempo acabou com um Real Madrid profundamente abalado e sem saber como fazer para alcançar pelo menos o empate e levar o jogo para a prorrogação.
Load Comments

Subscribe Our Newsletter