-->

Halaman

    Social Items

Um bebê de apenas oito meses morreu no dia 5 de janeiro deste ano na cidade de Shebekinona, na Rússia, após ingerir várias doses de vodka. A mãe da criança, segundo a polícia, colocava a bebida na mamadeira para fazê-lo dormir.
De acordo com a polícia, a mãe da criança, identificada como Nadezhda Yarych está sendo investigada. Ela levou o filho ao hospital quatro vezes no período de uma semana. E todas as vezes em que o pequeno foi ao hospital, os médicos disseram que ele tinha uma infecção viral e que precisava ficar internado. Entretanto, conforme as investigações, a mulher se recusou a deixar o filho internado e afirmou que iria cuidar dele em casa.
Segundo o jornal britânico Daily Mail, a mulher fez isso para que pudesse aproveitar as festas do início do ano que ocorrem na cidade. Ainda de acordo com a publicação, pessoas próximas a família afirmaram que Nadezhda constantemente dava vodka para o filho beber para que o pequeno dormisse e ela pudesse sair para festas.

O pequeno acabou não resistindo e morreu no dia 5 de janeiro. De acordo com os médicos, a causa da morte foi a infecção viral não tratada, que pode ter se agravado devido ao álcool.
A polícia local também está investigando o marido de Nadezhda, Mikhail Yarych. Ele é padrasto da criança e, segundo pessoas próximas da família, sabia da infecção e da bebida alcoólica que sua esposa dava constantemente para o pequeno beber, mas não teria feito nada a respeito.

Bebê morre após mãe dar vodka para fazê-lo dormir

Um bebê de apenas oito meses morreu no dia 5 de janeiro deste ano na cidade de Shebekinona, na Rússia, após ingerir várias doses de vodka. A mãe da criança, segundo a polícia, colocava a bebida na mamadeira para fazê-lo dormir.
De acordo com a polícia, a mãe da criança, identificada como Nadezhda Yarych está sendo investigada. Ela levou o filho ao hospital quatro vezes no período de uma semana. E todas as vezes em que o pequeno foi ao hospital, os médicos disseram que ele tinha uma infecção viral e que precisava ficar internado. Entretanto, conforme as investigações, a mulher se recusou a deixar o filho internado e afirmou que iria cuidar dele em casa.
Segundo o jornal britânico Daily Mail, a mulher fez isso para que pudesse aproveitar as festas do início do ano que ocorrem na cidade. Ainda de acordo com a publicação, pessoas próximas a família afirmaram que Nadezhda constantemente dava vodka para o filho beber para que o pequeno dormisse e ela pudesse sair para festas.

O pequeno acabou não resistindo e morreu no dia 5 de janeiro. De acordo com os médicos, a causa da morte foi a infecção viral não tratada, que pode ter se agravado devido ao álcool.
A polícia local também está investigando o marido de Nadezhda, Mikhail Yarych. Ele é padrasto da criança e, segundo pessoas próximas da família, sabia da infecção e da bebida alcoólica que sua esposa dava constantemente para o pequeno beber, mas não teria feito nada a respeito.
Load Comments

Subscribe Our Newsletter